Coalizão Brasil 5.0

Sistema Nacional de Coalizões
Digitais Regionais - SinCDR

Curador Renato Grau
Selo do Instituto MicroPower - 21 anos

Apoio Institucional Nacional

ABES
ABRH Brasil
MBC
O SinCDR – Sistema Nacional de Coalizões Digitais Regionais integra o projeto Brasil 5.0 de interesse Nacional suprapartidário, acima dos interesses dos partidos políticos; e pro bono, caracterizado como uma atividade não remunerada, voluntária e principalmente solidária, coordenado pelo Instituto MicroPower que tem como:

Propósito

Estimular a implantação de iniciativas que operacionalizem o Protagonismo Regional na jornada que potencialize o ciclo virtuoso do empoderamento e produtividade da Pessoa 5.0, competitividade dos Negócios 5.0, efetividade do Governo 5.0, o fomento da Economia 5.0, a construção da Sociedade 5.0 com Qualidade de Vida, Inclusão e Sustentabilidade: Econômica, Social e Ambiental, e estejam alinhadas aos Fundamentos do Brasil 5.0, e às Ações Estratégicas da E-Digital.

Brasil 5.0
E-Digital: Estratégia Brasileira para Transformação Digital
E-Digital: Estratégia Brasileira para Transformação Digital, decreto 9.319 de 21/03/2018.

Governança

SinCDR – Sistema Nacional de Coalizões Digitais Regionais

A Governança do SinCDR é exercida pelos Conselhos Superior e Consultivo SinCDR

Conselho Superior SinCDR: composto pelos Presidentes e Vice Presidentes dos Conselhos Superiores das CDRs, representantes dos Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academia e Institutos de Pesquisa, que têm como principal responsabilidade avaliar periodicamente as realizações e planos, garantindo seus alinhamentos ao Propósito e Pilares do Brasil 5.0, e Eixos e Ações Estratégicas da E-Digital.

Conselho Consultivo SinCDR: composto pelos Curadores das CDRs objetivando potencializar o compartilhamento das melhores práticas e lições aprendidas na realização dos planos de ação.

CDRs – Coalizões Digitais Regionais

A Governança das CDRs é exercida pelo Conselho Superior CDEE REG (EE: Estado, REG: Região):

Conselho Superior CDEE REG: composto por Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academia e Institutos de Pesquisa que apoiam e avaliam mensalmente os Planos das Ações Táticas da Coalizão Digital da Região, garantindo seus alinhamentos ao Propósito e Pilares do Brasil 5.0, e Eixos e Ações Estratégicas da E-Digital.

Conselho Consultivo CDEE REG: composto pelos representantes dos Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academia e Institutos de Pesquisa que contribuem com a realização dos Planos das Ações Táticas da Coalizão Digital da Região, alinhadas ao Propósito e Pilares do Brasil 5.0, e Eixos e Ações Estratégicas da E-Digital.

Dentre os integrantes do Conselho Superior CDEE REG serão eleitos Presidente e Vice Presidente, com mandato de 2 anos, renováveis por igual período que, por sua vez, passam a integrar o Conselho Superior SinCDR.
 
Para operacionalizar este Propósito é essencial a identificação de Lideranças locais que estejam comprometidas com o desenvolvimento de seus Cidadãos e de suas Sociedades, independentemente de ideologias político-partidárias.

IMPORTANTE: As Coalizões Digitais Regionais não devem fomentar Networking para ações mercadológicas e de comercialização de produtos e soluções.

A jornada destas Lideranças inicia-se com o diagnóstico da situação atual, a partir de três Ações Táticas habilitadoras, que suportem as iniciativas dos Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedades, Civil e Militar, Academias e Institutos de Pesquisas, que tenham entre os seus objetivos fomentar o Ecossistema de Inovação e de Empreendedorismo Inovador, buscando desta forma consolidar o Propósito do BRASIL 5.0 – Protagonista na Transformação Digital Global.

Jornada

Para contribuir na operacionalização do projeto Brasil 5.0 tem como Propósito:

Brasil 5.0

Consolidar os fundamentos que habilitem o Brasil a exercer o Protagonismo na Transformação Digital Global, juntamente com os países líderes no tema, através de uma jornada que potencialize o ciclo virtuoso do empoderamento e produtividade da Pessoa 5.0, competitividade dos Negócios 5.0, efetividade do Governo 5.0, o fomento da Economia 5.0, e a construção da Sociedade 5.0 com Qualidade de Vida, Inclusão e Sustentabilidade: Econômica, Social e Ambiental

Com dois objetivos:

Até 17 de setembro de 2020:

Elaborar a primeira versão dos Fundamentos , Experiências com exemplos práticos, dos seus cinco pilares: Pessoa 5.0, Sociedade 5.0, Negócio 5.0, Governo 5.0 e Economia 5.0, para apoiar as ações de sensibilização dos Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academias e Institutos de Ensino Pesquisa, quanto a relevância da E-Digital – Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, na geração dos USD 115 bilhões adicionais ao PIB brasileiro até 2025, e com a ampliação e melhorias dos serviços públicos oferecidos aos Cidadãos, e otimização do Custo do Estado.

A partir de 01 de outubro de 2020:

Com o propósito de operacionalizar os 23 Fundamentos do Brasil 5.0, aprimorar e monitorar a implantação da E-Digital: Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, priorizando a Educação e Capacitação Profissional, três objetivos permanentes foram definidos:

  • Promover a capacitação e o empoderamento das Pessoas, para atuarem em projetos de Inovação e Transformação Digital de Processos e Modelos de Negócio,
  • Promover ações para o desenvolvimento da Economia Digital privilegiando a Qualidade de Vida das Pessoas de forma Inclusiva e Sustentável,
  • Aprimorar e monitorar a implantação da E-Digital: Estratégia Brasileira para a Transformação Digital:

    Ciclo 2018-2021: Identificar os ajustes necessários a serem contemplados na revisão da E-Digital para o período de 2022 a 2025, contemplando a EGD – Estratégia de Governo Digital, os requisitos da OCDE, e Estratégia Federal de Desenvolvimento para o Brasil, decreto 10.531 de 26/10/2020.

    Ciclo 2022-2025: Apoiar e Monitorar a implementação das Ações Estratégicas da E-Digital revisada.

3.9 Educação e Capacitação Profissional

Sempre respeitando os 4 (quatro) fundamentos balisares da Sociedade 5.0:

Fundamentos balisares da Sociedade 5.0
Ações Táticas Habilitadoras

Ações Táticas Habilitadoras

Para operacionalizar o Propósito do SinCDR – Sistema Nacional das Coalizões Digitais Regionais foram definidas 3 (três) Ações Táticas Habilitadoras comuns às CDRs, com seus respectivos Propósitos, Entregáveis e Alinhamentos aos Fundamentos do BRASIL 5.0 e às Ações Estratégicas da E-Digital – Estratégia Brasileira para a Transformação Digital:

Papel do curador da CDR:

  • Engajar e garantir que os Curadores das ATs – Ações Táticas, e Coordenadores dos respectivos Planos de Ações, mantenham o alinhamento de seus Propósitos e Atividades com o Propósito do SinCDR e do Brasil 5.0.
  • Integrar o Conselho Consultivo do SinCDR objetivando compartilhar as Experiências de Sucesso e Melhores Práticas identificadas na realização dos Planos de Ação das três ATs.

AT1 – SENSIBILIZAR OS AGENTES ECONÔMICOS E PÚBLICOS

Propósito da AT1:

Sensibilizar os Agentes Econômicos quanto a relevância da Transformação Digital e sua urgência para potencializar a competitividade de seus Negócios, e aos Agentes Públicos quanto a efetividade esperada de seus Governos, assim como das contribuições de sua CDR, na geração dos USD 115 bilhões adicionais ao PIB Brasileiro, a ampliação e melhoria dos serviços digitais aos cidadãos, e a redução do custeio das estruturas de seus Municípios, suas respectivas Regiões, e consequentemente seus Estados.

Papel do curador da AT1:

  • Engajar e garantir que os Coordenadores mantenham os Planos de Ação alinhados com o Propósito da AT1, assim como do SinCDR, e do Brasil 5.0.
  • Integrar o Conselho Consultivo da AT1 compartilhando as realizações do mês e planejamento das ações dos meses seguintes, bem como dos Planos de Ação que serão desenvolvidos para Sensibilizar e Engajar os Agentes Econômicos e Públicos com os Propósitos do SinCDR, e do Brasil 5.0.

Papel do Coordenador no Plano de Ação da AT:

  • Acolher, juntamente com o Curador da AT, com o Apoio do Curador da CDR, os novos Apoiadores, e orientar aquelas que integrarão seu grupo de trabalho quanto a relevância da atividade, e de seu engajamento e contribuições para a realização dos Plano de Ação estabelecidos.
  • Engajar e garantir que os Apoiadores do grupo de trabalho que se prontificaram a realizar o Plano de Ação (O que, Quem, Quando) das ATs – Ações Táticas, mantenham o alinhamento de seus Propósitos e Atividades com o Propósito do SinCDR e do Brasil 5.0.

Entregáveis da AT1:

  • Co-realizar o “Encontro Nacional Ecossistema Brasil 5.0 em Ação: Comunicar e Colaborar para Realizar”, objetivando compartilhar os destaques dos Entregáveis das ATs do período, entre eles: Agentes Econômicos e Públicos Sensibilizados e Engajados, as Experiências de Sucesso e Melhores Práticas identificadas, e Ações de Capacitação e Empoderamento das Pessoas.

Calendário: 

Sempre das 18h às 19h30: 

Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
19 e 20 10 e 11 14 e 15 12 e 13 09 e 10 13 e 14 13 e 14 8 e 9 13 e 14
  • Realizar o “Encontro Regional Ecossistema Brasil 5.0 em Ação: Comunicar e Colaborar para Realizar”, com foco na apresentação das Experiências de Sucesso identificadasem sua Região. Em todos os Encontros incluir no início uma apresentação de 15 min com o Propósito do SinCDR e os destaques dos entregáveis do mês de sua CDR, e acumulado do SinCDR apresentado no “Encontro Nacional Ecossistema Brasil 5.0 em Ação: Comunicar e Colaborar para Realizar”.

Calendário: 

Sempre das 18h às 19h30: 

JunJunJulAgoSetOutNov
3282630272529
  • Realizar o “Encontro Nacional do SinCDR”, com foco nos destaques do realizado no mês, e planejado para os meses seguintes.

Calendário: 

Sempre das 19h às 20h30: 

Mar Abr Jun Jul Ago Set Out Nov
29 27 1 e 29 27 31 28 26 30

Metas da AT1:

  • Identificar os Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academia e Institutos de Ensino e Pesquisas do Ecossistema Regional;
  • Identificar os Agentes Econômicos responsáveis por 80% da receita e principais Lideranças Regionais;
  • Identificar os Agentes Públicos que estejam Liderando as iniciativas de Transformação Digital nos Municípios e Regiões

Importante: Para todas a metas acima obter: Organização, website, nomes completos das principais lideranças com celular, e-mail e perfil no Linkedin;

(CDSP ABC exercerá a Curadoria das AT1s de todas as CDRs durante 2021) 

AT2 – FOMENTAR O ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO

Propósito da AT2:

Promover a implantação e aperfeiçoamento contínuo de Experiências de Sucesso e Melhores Práticas alinhadas a um ou mais dos 23 Fundamentos do Brasil 5.0, e a uma ou mais das 100 Ações Estratégicas, privilegiando os 4 (quatro) Fundamentos da SOCIEDADE 5.0: 1. Pessoas ao Centro, 2. Qualidade de Vida, 3. Inclusão e 4. Sustentabilidade: Econômica, Social e Ambiental.

Papel do curador da AT2:

  • Engajar e garantir que os Coordenadores mantenham os Planos de Ação alinhados com o Propósito da AT2, assim como do SinCDR, e do Brasil 5.0.
  • Integrar o Conselho Consultivo AT2 compartilhando as Experiências de Sucesso e Melhores Práticas identificadas no mês, e planejamento das ações dos meses seguintes.

Entregáveis da AT2:

  • Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedades, Civil e Militar, Academias, e Institutos de Ensino e Pesquisa mobilizados e atuando de forma sinérgica,
  • Transformação Digital de Processos destacando a redução dos custos e competitividade dos Negócios, a partir da Transformação Digital da Experiência do Cliente, para os Agentes Econômicos e Públicos,
  • Transformação Digital de Modelos de Negócio destacando a ampliação das receitas, e respectivos resultados, a partir da Transformação Digital da Experiência do Cliente, para os Agente Econômicos,
  • Ampliação da digitalização dos serviços prestados aos Cidadãos no âmbito do Município, Região e Estado, a partir da utilização dos serviços digitalizados no âmbito Federal, e aproveitamento dos serviços digitalizados pelos demais Municípios ou Estados da União.
  • Indicadores que demonstrem: Negócios mais competitivos, Governos mais efetivos, Sociedade mais humana.

Metas da AT2:

  • Engajar 50% dos Agentes Econômicos responsáveis por 80% da receita para aderirem ao Brasil 5.0 e SinCDR;
  • Engajar pelo menos 1 (uma) Pessoa da estrutura dos Agentes Econômicos e Públicos para integrar a CDR como Curador, Coordenador ou Voluntário;
  • Engajar pelo menos 1 Experiência de Sucesso de Inovação e Transformação Digital a ser aplicada no Manifesto Brasil 5.0 na Região (formulário disponível em Experiências de Sucesso – Instituto MicroPower para Transformação Digital)

(CDSP ABC exercerá a Curadoria das AT2s de todas as CDRs durante 2021)

AT3 – PROMOVER A EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL

Propósito da AT3:

Identificar as Demandas por Especialidades dos Agentes Econômicos e Públicos de sua região, assim como as Ofertas de Educação e Capacitação Profissional para atendê-las e que estejam disponíveis a nível regional e/ou nacional, agilizando desta forma o casamento entre oferta e demanda, bem como contribuir com a elaboração e aplicação dos conteúdos para empoderar e capacitar as Pessoas para atuarem nos projetos de Transformação Digital de Processos e Modelos de Negócio, a partir da Transformação Digital da Experiência dos Clientes.

Papel do curador da AT3:

  • Engajar e garantir que os Coordenadores mantenham os Planos de Ação alinhados com o Propósito da AT3, assim como do SinCDR, e do Brasil 5.0.
  • Integrar o Conselho Consultivo AT3 compartilhando as Demandas por Especialidades e Opções de Desenvolvimento identificados para atendê-las, ações de apoio aos profissionais de RH, ou Professores do Ensino Médio e apoio identificadas no mês, e planejamento das ações dos meses seguintes.

Entregáveis da AT3:

  • Identificar demandas atuais e tendências futuras por Especialidades em sua região, de forma colaborativa com as demais regiões, e divulgar as opções de educação e capacitação profissional identificados para atendê-las,
  • Apoiar capacitação e empoderamento dos profissionais de RH, promovendo um ciclo virtuoso de desenvolvimento destes e das Pessoas em suas Organizações,
  • Apoiar a capacitação e empoderamento dos Professores do Ensino Médio, promovendo seu ciclo virtuoso de desenvolvimento,
  • Pessoas preparadas para os desafios da vida em uma Sociedade 5.0, e de suas Ocupações profissionais,

Metas da AT3:

  • Identificar demandas atuais e tendências futuras por Especialidades em sua região, de forma colaborativa com as demais regiões e divulgar as opções de educação e capacitação profissional identificados para atendê-las.
  • Apoiar capacitação e empoderamento dos profissionais de RH, promovendo um ciclo virtuoso de desenvolvimento destes e das Pessoas em suas Organizações.
  • Apoiar a capacitação e empoderamento dos Professores do Ensino Médio, promovendo seu ciclo virtuoso de desenvolvimento.
  • Pessoas preparadas para os desafios da vida em uma Sociedade 5.0 e de suas Ocupações profissionais.

(CDSP ABC exercerá a Curadoria das AT3s de todas as CDRs durante 2021)

Plano de Ação para Implantação – CDEE REG (EE: Estado – REG: Região)

  1. Identificar os Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academia e Institutos de Pesquisa que deverão compor o Conselho Superior da CDEE REG, para apoiar e avaliar mensalmente os Planos das Ações Táticas da Coalizão Digital da Região, garantindo seus alinhamentos ao Propósito e Pilares do Brasil 5.0, e Eixos e Ações Estratégicas da E-Digital,

  2. Eleger o Presidente e Vice-Presidente do Conselho Superior da CDEE REG,

  3. Definir os representantes dos Agentes Econômicos e Públicos, Entidades representativas das Sociedade Civil e Militar, Academia e Institutos de Pesquisa que deverão compor o Conselho Consultivo da CDEE REG que contribuirão com a realização dos Planos das Ações Táticas da Coalizão Digital da Região, alinhadas ao Propósito e Pilares do Brasil 5.0, e Eixos e Ações Estratégicas da E-Digital,

  4. Eleger o Curador da CDEE REG, os Curadores das 3 (três) Ações Táticas, e Coordenadores das Ações Operacionais,

  5. Elaborar a primeira versão do Plano de Ação (5W2H), definindo as Aos – Ações Operacionais para cada uma das 3 (três) ATs, e apresentar para aprovação do Conselho Consultivo do SinCDR.

Entre em contato

Entre em contato e participe das Coalizões Digitais Regionais